Enquadramento

Reabilitação dos Edifícios do Barrocal (CP) – Castelo Branco
Reabilitação dos Edifícios do Barrocal (CP) – Castelo Branco
Reabilitação dos Edifícios do Barrocal (CP) – Castelo Branco
Reabilitação dos Edifícios do Barrocal (CP) – Castelo Branco
Reabilitação dos Edifícios do Barrocal (CP) – Castelo Branco
Reabilitação dos Edifícios do Barrocal (CP) – Castelo Branco
Reabilitação dos Edifícios do Barrocal (CP) – Castelo Branco

Por iniciativa da Câmara Municipal de Castelo Branco, pretendeu devolver-se à cidade este espaço urbano com toda a sua consistência e coesão.

Isto implicou a adaptação dos espaços intersticiais necessitam ser libertos dos anexos construídos ao longo dos tempos.

Esta operação de requalificação readaptou-os construtiva e funcionalmente aos tempos actuais, dotando-os das condições mínimas necessárias a um prolongamento de vida útil, tão longa e abrangente quanto possível.

Solução

Estes edifícios constituem uma frente composta por 5 edifícios habitacionais, construídos para casas de alojamento do corpo de funcionários da C.P. (Caminhos de Ferro Portugueses), residentes da estação de caminhos de ferro de Castelo Branco.

Sendo um tipo de arquitectura vernacular de construção tradicional, ainda sem o recurso ao betão armado, o seu estado de conservação encontra-se em avançado grau de deterioração, particularmente, as paredes de tabique interiores, implantadas a meio vão da estrutura suporte dos soalhos, sobretudo nos edifícios de cariz mais social.

As paredes principais exteriores, com outro tipo de constituição e de maior espessura, encontram-se em bom estado e serão mantidas na sua totalidade.

Consequentemente a solução construtiva que consideramos mais apropriada, propõe a construção e sustentação de lajes colaborantes cintadas e agarradas pelo interior a estas paredes.

Estas lajes aligeiradas serão encastradas nas paredes periféricas (empenas e fachadas) e com o recurso o uso de vigas metálicas, sustentarão os esforços horizontais e verticais.

As coberturas manterão todas as suas características aparentes e a sua cércea, mas serão devidamente reconstruídas por forma a incluir materiais isolantes e impermeabilizantes que lhe garantam um comportamento mais adequado.