Projeto

Concepção de Projeto

Na Progitape somos rigor, criatividade e formação.

Pretendemos afirmar-nos num mercado cada vez mais exigente e competitivo, apostando não só na qualificação e especialização da nossa equipa como também na pesquisa de novas áreas e mercados e de novos métodos construtivos.

Promovemos o trabalho em equipas autónomas, horizontais e multidisciplinares, aliando a Engenharia a áreas científicas complementares, em estreita colaboração com múltiplos consultores e instituições nacionais e internacionais.

Vasta experiência em obra pública e privada

Temos uma vasta experiência quer em projectos de edifícios novos, quer de recuperação, tanto de espaços públicos como privados.

O nosso portefólio inclui Auditórios, Escolas, Gimnodesportivos, Terminais, Piscinas, Edifícios Habitacionais ou Moradias Unifamiliares, só para citar alguns exemplos.

Apresentamos cada projeto em estreita articulação com estudos geológicos e geotécnicos e com a assistência técnica adequada.

Revisão de Projetos

A construção de um edifício envolve uma vasta gama de processos executados por diversos agentes. Desde a equipa de projetistas especializados, passando pelos promotores de empreendimentos, executores de obra e naturalmente os utilizadores finais.

Actualmente, face ao aumento da complexidade tecnológica e de do número de intervenientes, o desafio está em gerir esta complexidade de forma integrada e eficaz.

Focados num cumprimento rigoroso de prazos e orçamentos, fornecemos orientações quanto à elaboração de projetos nos seguintes domínios:

  • Definição de requisitos regulamentares, legais, funcionais, de desempenho e quaisquer outros que se apliquem ao projeto em causa;
  • Documentação e verificação das saídas do processo, tais como memoriais de cálculo, descritivos ou justificativos, especificações técnicas, desenhos e outros elementos gráficos;
  • Análise crítica regular de modo a assegurar o normal decorrer do projeto, identificando quaisquer problemas e propondo soluções adequadas;
  • Verificação da concordância entre requisitos de entrada e saída;
  • Validação dos objetivos do produto final, verificando se este atende aos requisitos pretendidos pelo seu utilizador;
  • Controlo das alterações do projeto, registando-as e analisando-as criticamente;
  • Análise crítica de projetos fornecidos pelo cliente, se aplicável.