Gare Marítima do Funchal

O projeto da nova Gare Marítima do Funchal teve características bastante peculiares, ditadas quer pelo local de implantação quer pela função do próprio edifício.

Enquadramento e Solução

Estrategicamente posicionada no centro do Atlântico, a ilha da Madeira cedo se afirmou como um importante porto de escala de várias rotas intercontinentais. Atualmente, essa importância mantém-se pelo crescente tráfego de navios de cruzeiro ao porto do Funchal.

Assim, a nova Gare Marítima do Funchal veio dar resposta à crescente procura turística, dotando a Região Autónoma da Madeira de um equipamento de elevada qualidade e de referência no panorama internacional.

Este é um edifício que se destaca pela sua originalidade:

– Localização sobre o molhe do Cais da Pontinha;
– Forma bastante longa e estreita e incluindo uma curva, como a localização impõe, sendo essencial o paralelismo em relação à beira do cais existente;
– Processo construtivo, com especial realce para a estrutura metálica e para os materiais de revestimento.

A localização sobre o molhe da Pontinha traz consigo aspectos particulares:

– o “terreno de fundação” tem características particulares
– o cais deverá manter-se em funcionamento durante a execução da obra.

A forma do edifício e o processo construtivo obrigam a grande rigor não só na implantação como na construção, mas também em todas as outras fases.

Exige, portanto, uma execução particularmente cuidada, em que toda a preparação e programação da obra assumirá uma importância crucial.